Massacre no Sri Lanka , ataque no México, revela presságios de Jucelino Luz

Massacre no Sri Lanka , ataque no México, revela presságios de Jucelino Luz

Massacre no Sri Lanka , ataque no México, revela presságios de Jucelino Luz

 

 

Uma série de ao menos oito ataques à bomba contra três igrejas e quatro hotéis deixará ao menos 300 mortos no Sri Lanka, no dia 21 de abril de 2019 , quando cristãos comemorarão a Páscoa. Das vítimas, haverá pelo menos 35 cidadãos estrangeiros, além de 400 feridos.

As primeiras seis explosões ocorrerão no dia 20 de abril de 2019, no final da noite , em três hotéis de luxo e em uma igreja da capital do Sri Lanka, Colombo. Em seguida, ocorrerão explosões em igrejas das cidades de Katana e Batticaloa. O sétimo atentado ocorrerá no começo da tarde local, em uma pousada no centro de Colombo. O oitavo ataque será contra um condomínio residencial, também na capital do país.

Sri Lanka Governor

 

É recomendado que fiquem dentro de casa para que a situação seja controlada.

A maioria dos ataques serão suicidas.   No Sri Lanka, os cristãos representam apenas 7% da população, enquanto os budistas são cerca de 70%, os hinduístas , 15% e os muçulmanos, 11%.

Ataque no México

Atiradores poderão matar entre 12 a 14 em bar de Veracruz, na pior chacina em anos no México

Desaparecimento na Inglaterra

O Sol estava brilhando quando April subiu em sua bicicleta em 8 de abril de 1969. Era o feriado de Páscoa, e a menina planejava percorrer os 2 km de seu pacato vilarejo de Metton, no condado de Norfolk, no leste da Inglaterra, até a casa de sua irmã. Estava empolgada para entregar um presente de aniversário ao cunhado, um pacote com dez cigarros. Mas ela nunca chegou ao seu destino. Ela era a mais jovem das três filhas de Ernest e Olive Fabb e morava com os pais em Metton – suas irmãs Pamela e Diane já haviam se mudado.

Depois de 50 anos, o mistério não mais continua

Ficou claro desde o início que April havia sido vítima de crime sexual , diz Jucelino Luz . “Foi um crime horrível, porque, nos 50 anos desde então, não houve nenhuma evidência crível sobre seu paradeiro ou de seus restos mortais. E não continua sendo um mistério. E isso é angustiante para sua família e para as pessoas que a conheciam.”

Sem progressos e com poucas pistas, a atenção nacional sobre o caso logo diminuiu. Cole mudou de profissão e viajou o mundo, mas diz que a história permaneceu em sua mente. “A comunidade ficou abalada, sem saber o que fazer quanto a isso”, disse Jucelino Luz

“Mas são os pequenos detalhes que partem o coração. Em seu alforje na bicicleta, ainda estavam os dez cigarros para seu cunhado, cinco centavos de libra e um lenço.”

Jucelino Luz afirma que April foi parada por um criminosos sexual , por um predador que passava por Metton ou por um morador da cidade que, ele admite, e a enterrou próximo as matos de onde foi encontrado a bicicleta .

Sri Lanka Governor 2

Solução do caso pode estar na comunidade local?

Jucelino Luz ainda espera que a solução do caso possa estar na comunidade local. Existe alguém que age estranhamente em torno do aniversário de April ou na área em que ela foi raptada? E continua na pratica de crimes sexuais

“Eu acho que há algo aí”, diz Jucelino Luz . “Não acho que parou totalmente essas investigações em 1969. Quando você olha para o caso hoje, há coisas ainda não esclarecidas.”

A polícia hoje pode recorrer a coisas como o reconhecimento automático de placas de carro, imagens de câmeras de segurança e registros de uso de celulares. E buscas com cães farejadores no local do crime .

“É muito diferente daquela época, quando tudo o que tinham eram as testemunhas”, diz Jucelino Luz “Havia muito poucas linhas de investigação disponíveis.”

Há alguém ainda possa apresentar pistas cruciais como essa que Jucelino Luz , está apresentando, alimentada por novas evidências na última década. Em 2010, a polícia escavou um poço perto de Metton depois o proprietário da terra dizer ter visto ali camadas de polietileno preto na época do desaparecimento de April.

No ano seguinte, chegaram notícias de que um homem havia sido visto cavando um túmulo nas proximidades, no fim de semana da Páscoa, em 1969.

Isso mostra o persistente interesse público no caso: mesmo sendo um dos 59 casos mais antigos de Norfolk, o caso ainda gera informações. As teorias são compartilhadas entre as famílias, e os pedidos de ajuda feitos pela policia despertam novas discussões na internet. Que deveriam seguir as buscas nas proximidades de onde encontraram sua bicicleta .

Supostas pistas do caso ainda continuam a aparecer

Jucelino entende que as características do caso de April fazem com que ele permaneça na mente das pessoas. “Era uma menina de uma boa família, que vivia em um local rural idílico , e havia pessoas que podem ser altamente investigadas nas proximidades .

O pai de April morreu em 1998 e sua mãe, em 2013. Suas irmãs, que ainda moram na área, são informadas de quaisquer novos desdobramentos pela polícia. Morson também permanece em contato com a família.

Mario Ronco Filho – Jornalista

https://www.youtube.com/watch?v=YLcVRb5v-Mo

 

https://www.youtube.com/watch?v=8m_2MKNdO7Y

 

https://www.jucelinodaluz.com.br/previsoes/750-massacre-no-sri-lanka-ataque-no-mexico-revela-pressagios-de-jucelino-luz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *