Gol voo 1907 – Acidente da Gol – visão espiritual

Gol   voo  1907   – Acidente da Gol  – visão espiritual

Gol   voo  1907   – Acidente da Gol  – visão espiritual ( homenagem  as vitimas )

Ainda perplexos aquela  notícia  em 29  de setembro de 2006, que esse ano completa  10  anos ,  do maior acidente aéreo ocorrido no Brasil, com 154 mortos, focamos nossa atenção onde  faz com que reflitamos  numa situação  como esta nos fazem pensar: existe acaso ;  livre arbítrio  , destino ? Por que alguém que deveria estar num evento fatídico, de repente, desiste ou é “impedido” de estar naquele local e momento?  Ou mesmo  , porque  tem pessoas mesmo não querendo ir  vão  e acabam  sendo  vítimas?  Na crônica popular, há casos de pessoas que foram “aconselhadas” por uma voz interior dizendo: – Não vá! Outras, sem qualquer razão aparente, mudam de ideia, sem mesmo justificar para si ou para os circunstantes. E há, ainda, aqueles que sofrem atrasos involuntários (furou um pneu, esqueceu um documento  e teve de voltar, etc.). E mesmo aqueles que  foram porque já tinham suas decisões formadas ( por necessidade  ou não )  e foram nessa viagem  , pegos  pela fatalidade ( morte coletiva )  O imaginário e a crendice popular apontam para “mensagens de anjos”, “proteção de santos”, milagres” ; não receberam  alertas  ou coisas do gênero.  Que também não podemos descartar essa grande possibilidade.

Assista o vídeo abaixo apena clicando no link : 

 

                        A visão espiritual para  reflexão  :

Para o Espiritismo, no entanto, a situação não é acidental, nem, tampouco, obra do acaso, já que o único “acaso” aceito pela Doutrina Espírita, é o inteligente. Não há, na filosofia espírita, espaço para “sorte” ou “azar”, “ventura”  ou “maldição”, e cada ser vive o que está contido na Lei de Causa e Efeito, uma   diretriz inteligente que, longe de ser absoluta e pré-determinada (  inafastável   )  para todas as circunstâncias, nos coloca no ponto de partida e de chegada de  todas as situações que conosco ocorrem, nesta e em outras encarnações. Mesmo considerando o chamado “planejamento  encamatório ”, feito ainda no plano espiritual e com, em regra, nossa anuência, o direito (inalienável) ao livre-arbítrio possibilita a alteração do plano, em virtude de nossas escolhas presentes. Podemos dizer, assim, que há “tendências”, “caminhos”, “diretrizes”, mas, no plano concreto, somos nós quem tomamos as decisões, sempre. Também, a presença de mentores espirituais (anjos de guarda ou protetores) para cada um de nós, em missão de orientação particular, em relação a cada espírito, e o que chamamos de “intuição”, “sexto sentido”, ou, “voz interior”, é, na verdade, a sugestão (não indução) de alguém que “nos quer  bem” e que “deseja o nosso sucesso”, para que possamos tomar as “melhores” decisões, caso a caso. O protetor, contudo, não interfere em nossas escolhas e,  quando resolvemos fazer “o que bem entendemos”, ele se afasta, momentaneamente, retomando após para continuar a sua tarefa. Nosso amigo  espiritual , sempre está nos orientando  , provavelmente  qualquer  pessoas que escapou de uma fatalidade ,deve ter sido “aconselhado” a não embarcar(ir) , inclusive com o argumento do  “excesso de escalas  , falha no cartão de crédito,  espera  ,etc  “, evitando seu envolvimento num  evento fatídico. Não havia, em seu “plano”, a “previsão” do desencarne violento, mas, se ele tivesse decidido embarcar, seu planejamento seria refeito, e uma possível morte iria compor novas contingências espirituais, com seu aprendizado. Se, do contrário, por um  “milagre” (provocativamente, assim falando), ele sobrevivesse, estaria demonstrado, a priori, o que diz o dito popular (“não era a sua hora”), expressão curiosa mas significativa, porque expressa que a vida – e os realinhamentos, em virtude de nossas ações ou omissões, escolhas e decisões – não obedece a nenhum acaso.   É que temos a visão de várias  denominações religiosas , seita, filosofia  das quais ,podem ser até contraditórias ,  as respeitamos  muito .

carta enviado em 14/01/2003 :

acidente_gol6

Igualmente  dizer , como  o filme  “ premonição “  que a morte  vai continuar a perseguir  quem escapou daquele momento(acidente, fatalidade)  ,respeitamos, entretanto, não acreditamos muito porque se trata de ficção .

Carta  enviada novamente , agora em 14 de junho de 2003 :

acidente_gol7 (2)

Tudo se encadeia na trama de ações e reações de nossas existências, colocando-nos, sempre, na posição de “atores principais” do cenário de nossas vidas.  E nesses casos , como diz  o mestre Jucelino Luz, deixa-nos  tristes , sem conseguir  entender  porque a humanidade tem que passar por  essas aprovações  . Embora, espiritualmente, nos sentimos preparados ,contudo, carnalmente , é  uma dor e uma ferida que jamais vai cicatrizar,

gol(6)

Deixamos aqui nossas homenagens a todos familiares . E sabemos  que todos foram vítimas por  duas vezes :  1 ) pela perda de seus entes queridos  ;   2)   Pela batalha  de ter que esperar que essa Justiça   seja cumprida .( embora, alguns já  foram definitivamente condenados pelo  STJ    e   STF )

E infelizmente um fato como esse poderá acontecer novamente a qualquer momento  por falta de manutenção , negligência  e falta de fiscalização no Brasil e no Mundo!

gol

Que Deus  Abençoe   a Todos

Mario  Ronco Filho  – jornalista ( repórter )

 

( imagens foram retiradas do sistema de pesquisa Público do Google )

7 comments on “Gol voo 1907 – Acidente da Gol – visão espiritual
  1. Olá querido Jucelino, vc falou que a qualquer momento podemos ter outra tragédia com avião no Brasil…Vc tem alguma previsão concreta para esse ano ou para próximos anos?

    • jucelino Nobrega da Luz disse:

      tem várias, para india, Coréia do Sul, China , e no Brasil alguns aviões comerciais de pequeno porte, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, e Minas Gerais

  2. Aparecida disse:

    Mestre jucelino admiro muito o seu trabalho e fico sempre alerta a suas previsões. Gostaria de saber se tem alguma previsão para ubatuba ?e comigo . abraço

  3. luis disse:

    cara como pode vc enganar as pessoas o acidente foi num sábado ai vc foi na segunda feira e registrou no cartório 02/09/2016.

    • jucelino Nobrega da Luz disse:

      Luis, acho que você se enganou, no sábado , não tem como registrar documentos, no entanto, foi enviado antes ? Veja direito lá ?
      De você não concordar , não querer entender , mas se fazer de inocente, para usar essas perguntas sugestivas? pense bem?

  4. Alaides Silveira da Silva disse:

    Prezado Jucelino, admiro muito seu trabalho e sinto muita confiança em suas premonições. Gostaria de aproveitar a oportunidade e lhe perguntar sobre o futuro da cidade onde moro, Rio Grande, RS, no que diz respeito ao Polo Naval. Se teremos novas plataformas para serem construidas, contribuindo na geraçao de empregos. Ja que vivemos no presente uma crise muito grande. Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *