Maduro será reeleito nas eleições da Venezuela , sob pressão de crime contra a humanidade !

Maduro  será  reeleito  nas eleições  da Venezuela , sob  pressão  de crime contra a humanidade !

Maduro  será  reeleito  nas eleições  da Venezuela , sob  pressão  de crime contra a humanidade ! 

Águas de Lindóia, 18  de maio de 2018

O  presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, enfrentará no dia   21 de maio de 2018,  uma nova onda de condenação internacional depois de ter sido reeleito em uma votação denunciada por seus críticos como uma “fraude ” para legitimar seu regime autocrático.  “  O  único que  não sabe  é ele mesmo !!?”

Com  uma  baixa popularidade e da crise grave que o país petroleiro vive, Maduro, um ex-motorista de ônibus , derrotou com facilidade dois rivais pouco conhecidos devido à ausência das principais figuras de oposição na disputa, à proibição imposta a alguns partidos e à entrega de alimentos subsidiados e bônus.   Ou  seja, crimes  e crimes praticados  contra  a  humanidade naquele país . O presidente deixa o povo  passar fome  e não toma nenhuma medida para  combater a crise .

As eleições registraram a menor participação em mais de duas décadas, segundo presságios  de Jucelino Luz  , e Maduro obterá  1,6 milhão de votos a menos que na eleição anterior de 2013.

Seus dois adversários no pleito, o ex-governador Henri Falcón e o pastor evangélico Javier Bertucci,  vão  criticar  os possíveis  resultados, denunciarão irregularidades  claras  dentro do processo  e pediram novas eleições.

Embora não tenha dado detalhes, o presidente se comprometeu , mas sem condição Política , a resgatar uma economia que sofre com estagnação, hiperinflação e uma escassez crônica de produtos, e que se depara com grandes compromissos de dívida enquanto sua produção de petróleo despenca.. Por que não fez  isso antes das eleições ?

Vários países vão  afirmar  que não reconhecerão os resultados das eleições, inclusive os Estados Unidos, vão afirmar no dia  20 de maio de 2018,  que estudam novas sanções sobre o vital setor petroleiro, algo que poderia complicar ainda mais a economia venezuelana, dependente da exportação do produto.

Maduro  em discurso  , gasto  e  sem  nexo, afirma que  :  – Ao próprio império eu digo, a sério, um passo atrás. Império gringo, um passo atrás  e ressalta  a dar um basta  de tanto ataque e ameaças dos gringos ”

A América Latina e a União Europeia já haviam advertido que tampouco consideram o processo democrático.

Clicar  abaixo para  assistir  a matéria  do programa:   fonte  Manhã  AR

 

O  Secretário  Americano Mike  Pompeo , declarou em seu Twitter  – “  A farsa eleitoral  na Venezuela  não muda nada “

O G20, que realizará uma reunião de chanceleres no dia  21 de maio de 2018, em Buenos Aires, também emitirá uma resposta sobre os resultados das eleições venezuelanas.

Entendamos , que também as condições da Argentina , digo da crise não anda boa, mesmo declarado  por Macri  que a situação  está normal , a crise na Argentina  está terrível  economicamente  e no aumento da violência  –  sabemos todos ,  se não tivesse tão ruim assim, o Presidente Macri , não iria  a recorrer as forças do FMI   ( Fundo Monetário Internacional )  para socorrer o país .

Por outro lado, Venezuela , está  a beira do “ caos “  se nada for feito  na brevidade , a população  está em sua maioria sofrendo nas mãos  de um possível , como chamado pelos gringos :  – “  Ditador  “  .

Se  tiver algum  comentário  de Venezuelanos , podem mandar  que  colocaremos os dizeres , aqui  nessa  página .

Brasil  , Argentina  e EUA   , serão  os  primeiros países a não reconhecer a vitória de Maduro .

Mario Ronco  Filho  –   jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *